Solidariedade à Resistência Popular Curda!

Publicação original.

Nós pedimos a Ruken Isik, atualmente trabalhando em um PhD explorando as lutas das mulheres curdas, para nos ajudar a entender o que Rojava pode nos ensinar sobre construir igualdade de gênero no próximo sistema. No que segue, ela apresenta o contexto histórico das organizações feministas no norte da Síria e traça as inovadoras práticas e políticas desenvolvidas no solo, como uma introdução para duas entrevistas que ela conduziu com as comandantes do YPJ (Unidades de Proteção das Mulheres) Meryem Kobani e Roza Haseke.

As lutas das mulheres curdas em Rojava (norte da Síria/oeste do Curdistão) tornaram-se conhecidas para muitas pessoas durante os brutais ataques do ISIS contra a cidade de Kobane no norte da Síria em 15 de setembro de 2014. Enquanto homens e mulheres curdas estavam tentando defender a cidade de milicianos do ISIS com munição limitada e armas inadequadas, comparadas com as armas sofisticadas nas…

Ver o post original 4.384 mais palavras

Comente, mas cuidado...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s