SAMU-27402014

Não pretendia escrever hoje. Primeiro porque pretendia fazer um texto mais racional sobre o impeachment e o quanto ele significa de derrota pra todos nós da esquerda.

Segundo porque analisar as coisas com algum tipo de cabeça quente nos leva ao serros e analisei muita coisa recentemente e acho que poderia ser útil reavaliar as análises e tentar entender onde errei.

Mas todo o processo de impeachment, todas as declarações, o anticomunismo de almanaque, o racismo, a misoginia e o elogio aos torturadores e a 1964 deixaram o gosto amargo de uma derrota coletiva que marcará mais do que deveria a todos nós de esquerda, partidária ou não.

Porque o que tá acontecendo hoje é terrível pra todos minimamente alinhados com a esquerda, partidária ou não.

O desfile do Brasil diante da TV, o Brasilzão construído e estabelecido por três séculos e meio de escravidão, cinco séculos de autoritarismo hiper hierarquização, divisão étnica radical, pouco ou nenhum respeito aos direitos humanos, demonstrou o caldo de chorume que não derrotamos em 2003 e que voltou com força total de 2014 pra cá.

Não, não vou cair na lenga lenga do “pior congresso da história do país”, primeiro porque não é, segundo que esse congresso foi eleito em sua maioria com base nos acordos que quem repete este bordão patrocinou com votos baseados na política do medo ou nos votos “críticos” que esta angariou.

Mas vou cair na lenga lenga de que assassinamos a pauladas uma chance e tanto de sustentar neste país uma revisão drástica do que gerou a ditadura, e deixamos pra lá em nome do eleitoralismo.

Sim, nós, a esquerda como um todo, temos culpa nisso.

Nós perdemos, nós construímos esta derrota.

A esquerda partidária por se negar em construir qualquer centímetro de real enfrentamento das questões relacionadas a DH, abertura de arquivos da ditadura, revisão de matriz energética, reforma agrária, etc (Nem a esquerda radical comprou essas brigas a vera). A esquerda anarquista e autonomista errou muito menos, foi mais vítima que cúmplice, mas por muitas vezes parte dela, ao optar pelo sectarismo diante da necessária percepção que deveria pensar mais no estratégico das lutas. Esse erro é menor, muito menor, mas existe.

Se parte das organizações anarquistas e autonomistas foram as únicas que construíram o trabalho de base necessário pro enfrentamento do erro da esquerda partidária, outra parte sabotou essas organizações, e ainda sabota, com base em uma leitura mecânica e dogmática de cânones. E ainda sabota, quando apela pra dogmatismo maluco contra a solidariedade a MST e indígenas mortos, porque o MST apoia o PT.

Agora, principalmente o PT, mas também o PSOL, fizeram acordos, se negaram a enfrentar, construíram sua “eleitoralidade” com base nos acordos que alimentaram PP, PTB, PSD, PMDB, etc país afora, partidos esses que hoje abandonam o barco e promovem um golpe.

Enquanto o PMDB servia pra encarcerar quem resisti às remoções pra construir estádio pra Copa ele não era golpista, né?

Enquanto a CNV foi ignorada e sabotada, só arquivos da ditadura permaneceram fechados, essa direita que diz “Tchau,querida!” no microfone enquanto elogia Ulstra não era lembrada como golpista e inimiga, não? Já a Sininho…

Enquanto as ruas eram ocupadas pela esquerda, PT e PSOL fizeram o diabo pra desviar o foco da violência policial culpando Black Blocs pela repressão que todos sofremos, como se precisasse de provocação pra polícia meter a porrada.

Agora as ruas foram ocupadas pela direita que ama Bolsonaro, e Dilma sequer fez uma linha de crítica ao elogiar a ocupação “Pacífica” das ruas por ela como parte da democracia. A nossa ocupação das ruas, tão pacífica quanto, foi tratada a pontapés e um oficial da polícia militar que apanhou porque reagiram à violência de sua tropa teve a solidariedade da presidência.

Só que independente disso o PT representa toda a esquerda, o PT por sua construção traz consigo a simbologia do que a direita odeia, e representa aos olhos da maioria da população o que todos lutamos.

A direita sequer consegue entender que há mais que comunismo na esquerda, e sua política de agitação e propaganda consolidou essa percepção junto à população.

Dias e dias de Jornal Nacional e o impeachment do PT se transformam também na derrota de toda a esquerda, que precisa se reconstruir em um terreno minado por muitas traições por parte da esquerda partidária entre si e contra a esquerda anarquista e autonomista.

Agora apelam, e apelarão, pra uma unidade que para nós significou encarceramento.

Pior, precisamos dessa unidade, porque Torturadores que provam o gosto de carne humana após uma vitória, tomam gosto por ela.

A derrota do PT hoje pavimenta um terreno de destruição das CLT, ampliação da aplicação da lei antiterrorismo pra todos os movimentos sociais, expansão mais violenta ainda da fronteira agrícola, ampliação da violência policial, da tortura, etc contra pretos e pobres nas grandes cidades, ampliação da paranoia e violência misógina e homofóbica, etc..

O vermelho que eles odeiam agora será o nosso sangue nas ruas.

Não duvidem, a escala de violência contra quem usa vermelho* e lutadores da esquerda se ampliará.

Quem recuou no enfrentamento a coronéis, na defesa do meio ambiente, dos indígenas, quilombolas, das mulheres e LGBT foi o PT.

Quem pariu Belo Monte e empoderou Katia Abreu e seus jagunços foi o PT.

Quem rifou a legalização do aborto, das drogas, a ampliação da luta anti homofobia e anti misoginia nas escolas foi o PT.

Quem patrocinou a Samarco, a Vale e inclusive ainda esse ano conseguiu praticamente anistiá-las foi o PT.

Quem fez os acordões em nome da “governabilidade” que alimentou esses demônios foi o PT, mas a alma que pagará o pacto é a nossa.

O nosso caminho é rude, duro, doloroso, mas precisamos caminhá-lo, sem nunca esquecer de cobrar a quem deve pela criação dessa situação.

Mas precisamos criar um novo caminho, um novo samba, sem rasgar a velha fantasia, porque o samba é pai do prazer e é filho da dor. E dessa dor precisamos construir um samba melhor.

*Essa sacada quem teve foi a Niara

Anúncios

Comente, mas cuidado...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s