empreendedor_globo

As ruas foram uma catarse, foram um espaço de explosão indignada, essa explosão não tem identidade, ela se constrói com o tempo.As pessoas inclusive despertam pro pior por vezes nas ruas, mas é nas ruas que se disputa a consciência das pessoas e se as ruas tiveram de conservadores a lutadores de esquerda, elas revelaram e puseram em marcha forças poderosas que desencadearam greves, movimentos, ocupas, etc.

As pessoas que saíram tiveram um perfil difuso e foram formando um perfil identitário, no voto foram conservadores no geral, mas tem de olhar que tipo de “geral” foi esse, onde foi que tal voto foi pra que lado. Há relatos de muito peso em voto nulo nas perifas, isso tem um lado bom e um ruim. O bom é que parte desses votos é contestatório pela esquerda. O ruim é que é o inverso, é falta de fé em qualquer espaço democrático e sonho com um ditador. Houve crescimento da direita, mas houve crescimento da esquerda também, não no mesmo tamanho, mas houve.

Uma derrota do PT é ruim por muitos aspectos e piora sim o quadro geral repressivo, mas piora em graus com relação ao que o PT faz, ou seja, para de enrustir perseguição a movimentos, que já havia e passa a ser às claras. O lado bom de uma derrota do PT é a crítica do PT ao voltar pra tentar recuperar o espaço perdido. Essa volta pra tentar recuperar a perda sacode o PT por dentro e pra fora, o expõe às críticas internas e externas, dos movimentos sociais que o sustentaram mesmo apanhando, etc. PSOL e outros grupos também ganharam espaço. Anarcos ampliam comunas e ocupas, intervenção midiática, etc, e em todos estes cenários há disputa contra o crescimento conservador, mesmo internamente em movimentos e partidos.

O lado bom do PT na rua é a necessidade deste de se colocar sem o aparato protetor do estado garantindo cargos, etc.

Se o PT perder a disputa ganha um aspecto X com a extrema-direita bolsonárica ganhando cara e coragem pra lançar-se a vera na disputa pela presidência. E isso ainda na onda do Aécio, que terá de fazer um governo dos sonhos em cenário de crise pra conseguir se reeleger.

Aécio portanto, além de fazer um governo dos sonhos vai ter de lutar contra a concorrência de um PT fortíssimo e integrado em todas as esferas de governo, vai ter de lutar com uma extrema-direita que não tem pruridos pra fazer o que o PSDB só se coloca por necessidade, vai ter de lutar com movimentos sociais e não partidários na rua e com gás pelas recentes movimentações, cada vez mais organizados. Só com polícia ele não vai resolver.

Se o PT vencer o quadro altera e a guinada à direita do próprio partido tende a ser mais gritante pra dar conta das pressões da bancada ruralista, da direita indiocida, etc. As chances de um governo de ajuste fiscal horroroso são enormes, a lógica de privatização do estado pela via das contratações por OS, uma ameaça real que Aécio vai ter problemas de organizar pela oposição da própria bancada do PT, não tem chances pequenas de ser implantada.

A extrema-direita não vai recuar com o poder organizado e vai se por pra presidência e com o PT fragilizado pelas negociações e pelo fim do modelo ganha-ganha posto em prática por todos esses anos. Mesmo com Lula o PT corre riscos se não surpreender no governo, abrindo o saco de bondades que se negou a abrir nos quatro anos Dilma.

Lula vindo em 2018 inclui um elemento fortíssimo de sebastianismo que não facilita a vida de seus adversários, mas precisa estar bem fisicamente e talvez saia até com mais dificuldade com o PT sendo governo do que sendo oposição.

Ou sejam teremos anos atribulados no próximo quadriênio, violentos inclusive e que apontam para uma necessidade de resistência nas ruas, nas aldeias e quilombos que não pode mais ser adiada o bom é que essa resistência já tem mais voz hoje do que tinha há dez anos e talvez ganhe novos atores.

Comente, mas cuidado...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s