ditadura-x-democracia

Eu achei que da minha geração pra frente o embate, o debate, a luta seria diferente. Talvez a primeira geração a viver a maior parte da vida em um período democrático vivesse-o na plenitude.

Ledo ivo engano.

Minha geração está sendo usurpada do seu futuro, pois ao nascer como a primeira nascida durante a ditadura e vivendo na sua superação, em tese, teria à sua frente o avanço dos direitos e da superação do arbítrio.

Só que não é isso que acontece, minha geração é a geração que vê o que seus pais deveriam ao estarem no poder suspenderem e lavarem: o aparato repressivo e a percepção política autoritária,burocrática e cerceadora das liberdades.

Somos os filhos da “revolução”, burgueses sem religião em uma nação sem futuro.

Caiu o rei de espadas e o rei de ouro e não ficou nada, cairam os sonhos, os direitos, sobrou porrada.

E a geração nascida na democracia não saberá que isso não é ditadura e nem tem como receber a explicação de como é diferente da ditadura, porque não é.

A corporocracia avança o conceito de supressão dos direitos na base da porrada, da suspensão da diferença entre amigos e inimigos pelo medo, o medo do coturno se expande ao medo do companheiro ao lado que flerta com quem se aninha no colo do coturno.

E nos dividimos porque é difícil explicar pra quem tá preso que se negocia com o carcereiro.

E somos sitiados, na praça, nas urnas, nos bares.

Ofereça a face a quem quer que seja, deus está conosco até o pescoço.

Quem dera ele existisse;

Anúncios

Comente, mas cuidado...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s