Curto e grosso, de um post meu no facebook:

alemao2

Com todo respeito aos amigos, irmãos mesmo, que ainda votam no PT com medo ou não, mas ,de boaça, é foda todo o blábláblá quando vemos ampliação do genocídio indígena levado a cabo, sim senhor, pelo governo desenvolvimentista que em tese deveria ser o governo voz dos movimentos sociais, ao contrário do PSDB e suas chacinas de sem terra.

É foda ver gente boa apoiando o governo tentando separar o voto em eleição do resultado deles enquanto temos um governo fossilista que atua sem medo de ampliar a emissão de carbono e o aquecimento global, este mesmo que fode as Ilhas mundo afora, arrasa as Filipinas, trucida de fome a África, inunda as comunidades do Himalaia, arrebenta com o fluxo de caça das comunidades do Ártico.

Não, o governo do PT não é culpado de todos os males do mundo, mas ele é cúmplice e você o endossa com seu voto. Tergiversar isso baseado em qualquer corrente teórica, reduzindo por culpa, omissão ou medo, ou sei lá o que mais, o peso do próprio voto na contabilidade que dá poder ao PT, ao PSDB ou à REDE de Marina Lara Rezende é deveras lamentável.

É legítimo seu apoio, parabéns por ele, talvez o bônus de tirar 40 milhões da miséria sem tirá-los da mira da polícia o causem calor no coração, talvez o bônus de termos emprego a mais estatisticamente que nunca tivemos sob o reinado tucano aqueça seu coração, talvez você até consiga ignorar que tudo isso ocorre com piora nos índices de saúde e educação que mais médicos ou mais professores não resolvem, talvez você consiga dormir de noite ignorando que sue governo se alie à Kátia Abreu, talvez, talvez.

Talvez não se note que os Amarildos e Douglas que sairam da miséria com o bolsa família não saíram da mira da polícia, não saíram da criminalização da pobreza, não saíram da lógica que os governos, aliados ou não do PT, tem com os pobres, quase todos pretos, quase pretos de tão pobres

Talvez se diga que o governo Dilma ainda tem algo a dar, e eu concordo, mas acredito que você só veja os índices econômicos, e eu vejo corpos, e vejo piora no meio ambiente, eu vejo sub-imperialismo fodendo o planeta, eu vejo reforço na mineração e exploração do petróleo predatória, Guaranis Kaiowas Mortos.

Eu vejo gente morta, todo o tempo e não, não é um filme.

Talvez você diga que é exagero, talvez você ache mesmo que não há relação, talvez, talvez, mas eu vou estar aqui te avisando que não cola.

Assuma seu ônus.

Anúncios

Um comentário sobre “40 milhões que saem da miséria para a cova sob balas da PM

  1. Não posso negar a concordância com todo o conteúdo expresso no texto que acompanha a foto desta postagem, isso é realidade. Não milito mais pelo PT, todavia não sei se votarei ou não, é algo ainda de todo não resolvido. O governo do PT, de Lula a Dilma, Fernando Haddad e (vade retro)Cabral, de Erundina, de Benedita, de Olívio Dutra e Tarso Genro, assim como outros não levam a cabo nenhuma forma de genocídio ou violência. Entretanto a omissão do governo/Estado o faz cúmplice de todas as mazelas sociais que assistimos ao vivo e a cores, ou pelo noticiário zinho, todos os dias. Quanto as políticas adotadas pelo governo elas contrariam vários tratados internacionais assinados, tudo em prol do capital com uma centralização no direito de propriedade e quase nenhuma preocupação com o humano. Essas mesmas políticas o fazem cúmplice sim, de um forma simbólica, das grandes catástrofes mundiais e ao invés de dar apoio somente ao Haiti deveria também mandar um contingente de elementos das forças armadas para reforçar a ajuda na busca por pessoas ainda vivas que estejam soterradas, além de dar um destino sanitário aos corpos em decomposição espalhados pelos caminhos das Filipinas, e não mandar reforço aos governos paulista e carioca para aumentar a execração da população já duramente sofrida das duas maiores cidades do Brasil. Concordo também que a perspectiva do voto útil num novo governo do PT/PMDB e demais agasalhados por certeza de que seria muito pior com o PSDB/DEM e PSB/Rede é desastrosa. Todos esses pontos são razões suficientes para não deixarmos de recuar na luta por um mundo melhor, mais igualitário e plural. Mas essa luta não pode continuar a partir de velhos paradigmas como exemplo o de partidos políticos, sindicatos e até mesmo grupos do movimento social. A realidade recente dos movimentos de rua, não só do Brasil, no mundo todo eles têm ocorrido, e aqui a população aderiu a eles já tardiamente, muito dessa demora se deve a mídia local que criou um reinado axiológico, só ela sem freios tem a liberdade e sabedoria para dizer que rumos o povo deve seguir e por quais caminhos, mesmo que nos últimos dez anos esse pecado original tenha levado a erros crassos e lhe colocado em rota de colisão com um trem quase descarrilado e que não pretende tombar. Por tudo isso, nossa tarefa, nós os com alma e senso crítico, será encontrar ou mesmo nos inserir no fluxo dos movimentos nem tão novos que se insurgem contra a ordem estabelecida, e talvez possamos construir um admirável mundo novo, bem, nem tão novo assim, mas pelo menos com outros paradigmas construídos no calor da luta.

    Curtir

Comente, mas cuidado...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s