Segundo informações agora à tarde, os Desembargardores da 20ª Câmara Cível, por 3 votos a zero, retornaram à primeira decisão da Desembargadora Conceição Mousnier e restabeleceram a liminar que suspende a reintegração de posse da Vila Taboinha até que o primeiro agravo interposto pelos Defensores públicos seja apreciado pelo pleno da 20ª Câmara Cível.

 

Isso significa que dificilmente haverá nova investida contra a comunidade ainda neste ano. Uma vez, restabelecida a razoabilidade no processo dentro do TJRJ, cabe agora lutar para que a excelentíssima senhora juíza Érica Batista de Castro restabeleça a legalidade no processo de reintegração como um todo, acatando, finalmente a entrada da comunidade como parte interessada, garantindo seu amplo direito à defesa e verificando com mais acuidade os documentos apresentados pelos autores tanto na qualificação da “propriedade” sobre o imóvel pleiteado, quanto no tempo de ocupação do terreno à época da denúncia dos supostos proprietários.

 

PARABÉNS À VILA TABOINHA! PARABÉNS AOS VALOROSOS COMPANHEIROS DO NÚCLEO DE TERRAS E HABITAÇÃO DA DEFENSORIA PÚBLICA!

PARABÉNS A TODOS OS LUTADORES PELA JUSTIÇA SOCIAL NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO!

Anúncios

Comente, mas cuidado...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s